Baobás: Símbolo da Igualdade, Fartura e Cura.

 Olá amigos e amigas 
que acompanham o Ler com Prazer.
Estou trazendo para vocês a história e alguns trabalhos sobre essa árvore que muito me fascina 
e que por trás dela
existem lendas fantásticas....
Essa árvore é o BAOBÁ!

Os Baobás também são considerados por alguns biólogos como as árvores mais antigas da Terra. Estima-se que elas possam atingir até dois mil anos de existência, calculados pelo seu diâmetro. Seu nome científico é Adansônia Digitata, mas elas são conhecidas também como embondeiros, imbondeiros ou calabaceiras.
A árvore é realmente poderosa: abriga centenas de animais, aves e insetos em seus imensos troncos. Suas flores chegam a medir 20 cm e florescem uma única noite, mas possuem néctar e frutos que servem de alimentação para as tribos e animais nas épocas de escassez, além de haver indícios de seu uso para a cura da malária.
Da seiva desta árvore retira-se um óleo especial; de seu tronco, os nativos de Madagascar constroem as pirogas (espécie de canoa comprida); e sua cortiça possui composto medicinal para combater a epilepsia. Não à toa, na África, os Baobás representam a vida: são símbolos de fertilidade, fartura e cura.

Vamos ver o trabalho da Professora Léa Dal Pont de Santa Catarina (Timbé do Sul):
"Essa é uma árvore africana, Baobá. E as crianças que ali aparecem são nossos alunos dos segundos anos. Essa construção feita por minha turma, foi uma adaptação de um trabalho magnífico feito por uma amiga querida Maria Delfina Rodrigues. Peguei a ideia e adaptamos ao nosso tema. Foi um sucesso. Crianças felizes por se verem no Baobá e professoras satisfeitas com a aprendizagem. Obrigada por tudo! Você é minha inspiração.As crianças pintaram muito empolgadas e felizes.
 Parabéns a todas nós!"







  
Vamos ver algumas ideias da internet que selecionei e achei legal para fazer :







Baobá Literário



  
 Leitura do livro: “O coração do Baobá”, de Heloísa Pires Lima. Possibilitar que as crianças expressem o que sentiram durante a leitura e quais as suas impressões da história.
Cada criança recebeu um coração (de papel Kraft), este coração representa as folhas do Baobá, mas também representa o coração de cada criança. A cada uma foi sugerido que desenhasse, na folha, o tesouro que seu coração guarda. Em seguida, os corações foram colado no tronco do Baobá, na parede da sala de aula.
Cada criança levou para casa um baú (de dobradura) e, nele, sua família deveria colocar seus tesouros, em forma de desenhos, fotos, palavras, etc. Na aula seguinte as crianças compartilharam, com seus colegas, os tesouros de sua família.
Em um baú (de dobradura) grande, a turma colocou seus tesouros, em forma de joias e palavras.




Segue alguns textos e lendas sobre o Baobá:









Pesquisando material audiovisual sobre o tema, encontrei o programa :"Um pé de quê", apresentado pela Regina Casé, costuma ser veiculado no Canal Futura e é bem legal para se utilizar em sala de aula. Trazendo não apenas a diversidade natural como também a diversidade social e  linguística. O programa ajuda a questionar esse simbolismo da árvore Baobá
 (também chamada de Xibuio, Xumuo, Imbondeiro, entre outros nomes), originária do sudeste africano.


Um Pé de Quê Baobá (Parte 1):

https://youtu.be/GFm-Mu8_8mk

 

Um Pé de Quê Baobá (Parte 2):


 
Espero que tenham gostado.
 Deixem um recadinho por aqui e siga o blog.


Em breve postarei as outras atividades.


  Se tiverem Facebook

passem por lá e curtam a PÁGINA do Ler no Face:


 
E temos um GRUPO FECHADO
também do Ler no Face para professores.



Passem por lá e se adicione ao nosso grupo. 



Estou te aguardando.




1 comentários:

heloisa pires disse...

E tem A semente que veio da África, Salamandra q tem o ponto de vista de 2 escritores africanos de regiōes distantes, sobre a mesma árvore. E a ilustradora tbém

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita! Deixe o seu recadinho...
(não se esqueça de deixar seu endereço de e-mail, para que eu possa responder).

A todos que me visitarem...

Se desejar copiar as sugestões aqui postadas,
fique à vontade, mas por favor mantenha
os créditos das mesmas para que esse
blog continue com seu propósito: o de ajudar.
Caso você coloque as informações em seu
blog, não esqueça de mencionar de onde
copiou, ok? As imagens que, porventura
não estiverem assinadas, foram coletadas
na internet e possuem apenas caráter
ilustrativo, não há intenção de violar
os direitos autorais. Sendo assim, peço
aos autores que se pronunciem para
que sejam dados os devidos créditos.