Palavras Mágicas!

 Olá
 amigos e amigas
passei para deixar como sugestão esse texto
Palavras Mágicas, que escrevi para o Rioeduca.
(Blog Família)



Palavras Mágicas!

 O que está sendo ensinado às crianças sobre convivência social? Os bons modos, a gentileza, o respeito, a consideração, a amabilidade, tudo isso são sinalizadores de uma boa educação. Será que os pais estão prezando essas atitudes nos filhos?

 Não existe uma idade certa para começar a educar os filhos. Desde o nascimento, os pais já precisam tomar cuidados com suas atitudes. As boas maneiras não são na verdade ensinadas, elas são “incorporadas” ou “imitadas”. Portanto, a partir do nascimento, a criança começa perceber e tomar contato com o ambiente que a cerca e como ele funciona.


Mostrar aos filhos o que é certo ou errado e o que deve ou não ser feito parece uma tarefa complicada. No entanto, atitudes simples já podem ajudar na formação da criança. 

Nossos filhos, desde bebês, nos observam e seguem nossas ações como modelos. Então, se nos relacionamos bem entre os adultos da casa e do seu convívio, demonstramos regras de boas maneiras. Saudar as pessoas ao chegar e quando se retiram, tratar todos com respeito, dirigir-se às pessoas com palavras educadas e usar as palavras mágicas: “por favor”, “com licença”, “obrigado” e “desculpe” são bons exemplos.  



Para que os filhos reflitam a boa educação que recebem, também é necessário que os pais aprendam a “chamar a atenção” das crianças no uso de palavras que traduzam as boas maneiras e, além de tudo, orientar a criança quanto à forma de se comportar em diferentes ambientes sociais.


Algumas dicas para ensinar as crianças no seu dia a dia:

 - Não se esqueça de frisar um agradecimento com um “obrigado (a)” quando alguém lhe fizer um favor ou lhe der algo;

-Cumprimente todos com um “bom dia/ boa tarde/ boa noite”;

-Peça “desculpas” quando fizer algo que perturbe alguém, mesmo que não tenha sido proposital;
-Peça “licença” se precisar que lhe deem espaço para passar.

Os pais não podem jamais se eximir do seu papel de educadores. Para essa função não existe férias, muito pelo contrário, quando a tarefa é educar, devem fazer hora- extra se necessário for. Mesmo assim, não adianta só falar, é preciso educar pelo exemplo.

 

O educador francês André Bergé diz que:

 

“Os defeitos dos pais são os pais dos defeitos dos filhos”.

 

É preciso admitir que a maneira como traduzimos o mundo – nossas atitudes e noção de valores – fica marcada em nossos filhos para sempre. Lembram-se dessa frase, famoso jargão popular, "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço"? Com esta, muitos pais repreendem os filhos e tentam incorporar limites, porém não deixam de continuar praticando seus atos excessivos.

 

Os pais são agentes formadores de opinião e devem proceder de modo educado para que seus filhos se espelhem neles. São as ações do cotidiano que nossos filhos devem adotar como hábito.


Definitivamente, EDUCAR não é uma tarefa fácil, tampouco vem em forma de receita de bolo ou bula de remédio. Ninguém descobriu essa fórmula secreta. Os pais devem ensinar seus filhos que direitos vêm acompanhados de deveres e para ser respeitado, deve-se também respeitar. Estas sim são regras universais insubstituíveis as quais irão garantir uma plena sensação de missão cumprida com sucesso no futuro.

Certamente educar seus filhos, ensinando-lhes as regras básicas de uma boa convivência e de boas maneiras, é muito importante, pois a vida exige esses conceitos e, na prática, quem não os têm, encontra maiores dificuldades no meio social.


Espero que gostem! 
Não esqueçam de deixar um comentário!
Paz e Luz!
Beijos
 
 

1 comentários:

Rita disse...

Boa tarde!!!
Bom final de semana
Agradeço sempre sua visita que
deixa meu Cantinho sempre feliz
Obrigado pela bela amizade
Parabéns por ter sempre o melhor para oferecer
Bjussss

__Rita___♥

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita! Deixe o seu recadinho...
(não se esqueça de deixar seu endereço de e-mail, para que eu possa responder).

A todos que me visitarem...

Se desejar copiar as sugestões aqui postadas,
fique à vontade, mas por favor mantenha
os créditos das mesmas para que esse
blog continue com seu propósito: o de ajudar.
Caso você coloque as informações em seu
blog, não esqueça de mencionar de onde
copiou, ok? As imagens que, porventura
não estiverem assinadas, foram coletadas
na internet e possuem apenas caráter
ilustrativo, não há intenção de violar
os direitos autorais. Sendo assim, peço
aos autores que se pronunciem para
que sejam dados os devidos créditos.